Nada de ficar em casa. O dia é de diversão no Zerão com o Festival de Dança de Londrina. Grupo de São Paulo e atrações de Londrina completam a tarde festiva para crianças e adultos mexerem o esqueleto

De Chapéu e Coração
Foto – Raphael Ribeiro Valverde

Pleno feriado e você está sem planos? A solução para ganhar o dia pode estar bem pertinho. O 15º Festival de Dança de Londrina lhe dá três bons motivos para sair de casa: “CarnaCLAC”, “De chapéu e coração, histórias de paixão” e “Carnaval é o ano todo”, três espetáculos para a família toda. Eles serão apresentados gratuitamente no Zerão, a partir das 14 horas.

“CarnaCLAC”, do Clac (Centro Londrinense de Artes Cênicas), é uma espécie de matinê de Carnaval que alia apresentação musical de marchinhas e sambas executados por palhaços com oficinas de construção de adereços, máscaras carnavalescas, atividades circenses e brincadeiras de quintal para as crianças. As atividades do grupo começam a partir das 14 horas e estendem-se por toda a tarde deste “Feriado em Festa” – como a organização do Festival chamou a programação especial.

Às 15h30, o grupo paulista Tuia apresenta o espetáculo “De chapéu e coração, histórias de paixão”, uma reunião de três contos de domínio público, transcritos para uma dramaturgia em cordel, com características e sensibilidades do Vale do Jequitinhonha – seus mitos, cores e canções. Os personagens, inspirados no imaginário popular da região, são compostos por meio dos corpos dos dois atores-bailarinos, que interpretam e cantam as aspirações do sertanejo mineiro, com boas doses de danças tradicionais brasileiras. No roteiro, estão figuras caricatas que vivenciam as relações sociais e intersubjetivas marcadas pelo poder, amor, fé e ganância. São conflitos da lida, relidos em versos, prosa e melodia para todas as idades e espaços. O contexto retratado pela encenação toma o gramado do Zerão e engendra no cotidiano a esfera espetacular presente no arsenal material, corporal e simbólico da “mineiridade”.

Já o “Carnaval é o ano todo”, do Bloco Bafo Quente, agita o final da tarde, a partir das 17 horas, com a batucada que já é característica dos carnavais londrinenses. Muito samba, funk, baião e marchinhas devem colocar todo mundo para dançar. A programação do “CarnaCLAC” e do “Carnaval é o ano todo” tem patrocínio do PROMIC, Programa Municipal de Incentivo à Cultura de Londrina.

Composto por 15 integrantes, o Bloco Bafo Quente é conhecido pela potência de sua percussão. Os instrumentos de escola de samba encontram-se com a guitarra, o contrabaixo e o cavaquinho na recriação de canções brasileiras. Os vocalistas Gisele Silva, Guilherme Japa e Tiago Menezes conduzem um roteiro que inclui samba, frevo, ijexá, maracatu, baião, xote, rock e outras misturas. A transformação de ritmos e a adaptação de estilos, aliás, chama a atenção para o trabalho criativo do grupo. Para este show, a novidade é uma homenagem à música baiana, com a inclusão no set list de canções que vão do rock de Raul Seixas ao axé de Daniela Mercury, passando pela Tropicália de Caetano e Gil – todas com peculiar acento percussivo. Este será o primeiro de uma série de shows que o Bloco Bafo Quente realiza até o início de 2018 – todos gratuitos e propondo a diversão de toda a família nos carnavais fora de época.

Serviço:
CarnaCLAC
Clac (Centro Londrinense de Artes Cênicas)
(Londrina – PR)
De chapéu e Coração, histórias de paixão
Grupo Tuia
(São Paulo – SP)
Carnaval é o ano todo
Bloco Bafo Quente
(Londrina – PR)
Dia 12/10, a partir das 14 horas, no Zerão
Classificação indicativa livre

Programação no site:
www.festivaldedancadelondrina.art.br
Informações: (43) 3342-2362

O Festival de Dança de Londrina tem patrocínio da Caixa Econômica Federal e da Prefeitura Municipal de Londrina, por meio do PROMIC (Programa Municipal de Incentivo à Cultura). O evento é uma realização da APD (Associação dos Profissionais de Dança de Londrina e Região Norte do Paraná), com apoio institucional da Funcart e da Casa de Cultura da Universidade Estadal de Londrina. Apoios: Ministério da Cultura e da Comunicação da França; Ministério do Desenvolvimento Internacional da França; Institut Français, TransArte, Loja Shop Ballet/Só Dança; Casa da Dança; Pastel Mel; Rádio UEL FM e Folha de Londrina.

Categories: Notícia